Feministas podem aprender um ou dois truques com as trabalhadoras sexuais

Para muitas feministas, o trabalho sexual – ou a prostituição, como preferem chamá-lo – simboliza a opressão, a vitimização e a exploração da condição feminina. Essas feministas olham para a prestação de serviços sexuais através de um modelo construído por uma compreensão rígida do patriarcado, vendo-a como uma objetificação do…

A crítica das trabalhadoras sexuais à política sobre prostituição na Suécia

Link para o texto original: http://www.petraostergren.com/pages.aspx?r_id=40716 Tradução por Renato Martins para MundoInvisivel.ORG   Neste artigo não vou lidar com a complexa questão de saber se a prostituição é socialmente desejável ou não. Em vez disso, o artigo procura documentar algumas das experiências e opiniões de mulheres profissionais do sexo na Suécia….